Tutoriais

O GNOME OS existe, mas não é para todos

O GNOME OS não é uma distribuição Linux completa. Na verdade, não é baseada em nada, como Ubuntu, que é baseado no Debian, ou o Oracle Linux, que é baseado no Red Hat. É um sistema de referência incompleto apenas para fazer o projeto funcionar. É apenas uma imagem de máquina virtual inicializável adaptada para depurar e testar recursos antes de chegar no repositório oficial de alguma distribuição.

Em um post do blog do GNOME, o sistema operacional é mencionado como:

“O GNOME OS visa ajudar no desenvolvimento do GNOME, fornecendo um sistema funcional para fins de desenvolvimento, design e teste de usuário.”

Se estiver curioso(a), dá uma olhada nesse post para saber mais sobre o sistema operacional do projeto.

Se não é uma distribuição Linux completa, então pra que serve?

É interessante notar que uma nova imagem do sistema operacional poderá ser criada para cada novo commit feito pelo time responsável, portanto, acaba tornando o processo de teste eficiente e ajuda os desenvolvedores a testar/encontrar problemas no início do ciclo de desenvolvimento.

Os desenvolvedores não precisam mais construir o software sozinhos para testar o GNOME Shell ou qualquer outro módulo central e isso economiza tempo.

Obviamente, o sistema operacional não serve apenas para desenvolvedores e testadores técnicos, mas também permite que jornalistas coloquem as mãos no que há de melhor e mais recente para cobrir alguma história sobre um próximo lançamento do GNOME ou como ele está sendo desenvolvido e assim publicarem matérias. Que é o que estamos fazendo aqui rsrsrs.

Como instalar o GNOME OS?

Para instalar o sistema operacional, você precisará instalar o GNOME Boxes primeiro.

GNOME Boxes

O Boxes é uma ferramenta de virtualização que não oferece muitas opções de configurações, mas permite que você instale facilmente a imagem de um sistema operacional para testá-la. O seu foco é nos usuários finais de desktops, então verá que é fácil a sua instalação e uso. Falaremos aqui sobre como instalar o Gnome Boxes via pacote Flatpak e .deb, tranquilo?

Flatpak

Caso não conheça esse formato de pacote, dá uma olhada nesse guia do Dio Linux para entender melhor.

Para instalar, digite o comando abaixo no terminal:

flatpak install flathub org.gnome.Boxes

Para abrir, use o comando:

flatpak run org.gnome.Boxes

Deb

É possível também instar o Boxes por meio de um pacote .deb. Caso use alguma distro (Debian, Ubuntu, Linux Mint, Pop OS!, etc) que tenha suporte aos pacotes. deb, poderá digitar os comandos abaixo em seu terminal:

sudo apt update
sudo apt install gnome-boxes

Obs: O que ocorreu comigo ao usar o pacote .deb do Boxes é que o Gnome OS não apareceu na lista de distros a serem baixadas dentro ele, então precisei pegar a imagem (.iso) manualmente em outro site para usar aqui. Mesmo assim, tive problemas para rodar o sistema operacional. Dei de cara com o erro abaixo:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 01 – Erro ao instalar pela imagem .iso

Então parti para a instalação do Boxes via Flatpak.

Então para ficar mais fácil a explicação pra você, instalaremos o Boxes via pacote Flatpak, tranquilo?

Instalando o GNOME OS

Abra o GNOME Boxes usando o comando abaixo:

flatpak run org.gnome.Boxes

Na tela que surgir, clique no sinal de “+”, como mostrado abaixo:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 02 – Tela principal do GNOME Boxes

Em seguida clique em Criar uma máquina virtual:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 03 – Iniciando o processo de criação da máquina virtual

Depois em Download do sistema operacional:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 04 – Download do sistema operacional

Na janela que aparecer, digite a palavra “gnome”. Nos resultados deverá aparecer GNOME OS Nightly x86_64. Clique sob esta opção, como sinalizado abaixo:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 05 – Selecionando a imagem do GNOME OS para download

Aguarde o download do sistema operacional:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 06 – Download do GNOME OS

Quando o processo de download terminar, automaticamente aparecerá a janela abaixo. Clique em Personalizar:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 07 – Recursos alocados para o GNOME OS

É possível realizar alguns ajustes realizados a alocação de memória e disco. Podemos seguir com as informações que o Boxes já ajustou. Clique então no botão Criar:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 08 – Personalizando os recursos alocados para o GNOME OS

A tela seguinte já mostrará a versão a ser instalada. Apenas clique em Next:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 09 – Selecionando a versão do GNOME OS a ser instalada

Na imagem a seguir, marque a opção I agree to erasing all of my files and apps. Aqui você informará ao instalador do GNOME OS que ele poderá apagar todos os arquivos e aplicativos. Fique tranquilo, pois ele fará apenas a formatação do disco virtual alocado na imagem 07 e 08. clique em Next:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 10 – Selecionando o disco a ser formatado

Processo de formatação sendo realizado:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 11 – Processo de formatação sendo realizado

Na imagem abaixo vemos que a formatação foi finalizada e que devemos remover o dispositivo USB utilizado (ignore isso). Clique no botão Power Off para desligar a máquina virtual:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 12 – Desligando a máquina virtual

Após a máquina virtual ser desligada, precisaremos ligá-la. Na tela principal do GNOME Boxes clique duas vezes sob a máquina recém-criada, como destacado abaixo:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 13 – Ligando a máquina virtual

A primeira tela é a de boas-vindas. Selecione o idioma inglês e depois clique em Next:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 14 – Selecionando o idioma do GNOME OS

Em seguida selecione o idioma do teclado. Procure por Portuguese (Brazil) e clique uma vez sobre ela. Em seguida clique no botão Next:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 15 – Selecionando o idioma do teclado

Como sou um pouco paranoico com relação a segurança, acho interessante mudar a “barrinha” da opção Location Services para o modo desativado. Fazendo isso, clique em Next:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 16 – Desativando os serviços de geolocalização

Procure pelo fuso-horário referente ao Brasil. Sabemos que o país possui alguns fusos, então selecione aquele do qual você faz parte:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 17 – Selecionando o fuso-horário

Procurei pelo fuso horário de Brasília, ficando da maneira mostrada abaixo. Em seguida clique no botão Next:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 18 – Selecionando o fuso-horário

Na janela a seguir clique no botão Skip (pular):

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 19 – Pulando o processo de configuração de contas de redes sociais

Em seguida, criaremos um usuário para o sistema operacional. Terminando esse processo, clique em Next:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 20 – Criando um usuário para o GNOME OS

Agora, crie uma senha para o usuário criado. Em seguida clique em Next:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 21 – Criando uma senha

E pronto! O GNOME OS tá instalado! Apenas clique no botão Start Using GNOME OS:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 22 – Instalação do GNOME OS finalizada

Aqui não queremos fazer um tour pelo sistema. Clique em No Thanks.

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 23 – Aqui não fazemos tour pelo sistema. Vamos direto ao ponto rsrs

E na tela seguinte, vemos a interface do GNOME 40.0:

O GNOME OS existe, mas não é para todos
Imagem 24 – Interface do GNOME OS

Definitivamente, este sistema operacional é útil para desenvolvedores, designers e a imprensa em geral. Não é muito amigável. Mas como falamos no início, ele facilita o desenvolvimento de uma versão do GNOME, sem ocupar um monte de tempo, já que os recursos a serem implementados poderão ser testados no sistema operacional.

E aí? Quer tentar instalar o GNOME OS e postar nos comentários suas dúvidas e sugestões?

O espaço é seu!

Fonte:

https://itsfoss.com/gnome-os/

Como é que "cê" tá hoje?

Animado(a)
0
Feliz
0
Apaixonado(a)
0
Não tenho certeza
0
Bobo(a)
0

More in:Tutoriais

Next Article:

0 %